Informativos

03-Mai-2021 14:23

Dieta na diabetes tipo 2: o que você precisa saber

A dieta na diabetes tipo 2 é uma parte crítica do tratamento para pessoas com essa patologia. Deve ser adaptada de maneira individual de acordo com as necessidades de cada paciente.

Junto com o tratamento medicamentoso e a prática de exercícios físicos regulares, uma dieta adaptada à diabetes é capaz de melhorar e ajudar a normalizar os níveis de glicose no sangue.

A dieta deve ser rica ou pobre em carboidratos?

Nos últimos anos, as recomendações sobre o consumo de alimentos ricos em carboidratos foram modificadas. Atualmente, a Associação Americana de Diabetes indica que não existe uma quantidade exata de carboidratos recomendada para o tratamento da diabetes tipo 2.

É lógico pensar que a quantidade de carboidratos deva ser adaptada a cada pessoa, de acordo com suas características pessoais, seus níveis de atividade física, doenças adjacentes, etc.

Por exemplo, as quantidades de alimentos como pão, arroz, macarrão e legumes devem ser aumentadas nas pessoas que praticam exercícios físicos regularmente e reduzidas nas mais sedentárias.

Não devemos eliminar os alimentos que são fonte de carboidratos do plano de dieta de pacientes com diabetes tipo 2. No entanto, é importante estabelecer em que quantidades eles devem ser consumidos.

Da mesma forma, as pessoas que estão tomando insulina ou medicamentos orais que podem levar à hipoglicemia devem prestar uma atenção especial, mantendo quantidades semelhantes de carboidratos em cada uma das refeições do dia.

Dentro dos carboidratos, encontramos 2 grupos que devemos levar em consideração na dieta de pessoas com diabetes:

Açúcares

  • Açúcar de mesa.
  • Alguns adoçantes como a frutose.
  • Frutas e sucos de frutas.
  • Leite e iogurte.
  • Doces e produtos de padaria ou confeitaria.
  • Bebidas açucaradas.
  • Chocolate.

Amidos

Presente em alimentos farináceos, como:

  • Arroz.
  • Massas.
  • Batata.
  • Legumes.
  • Pão, confeitaria e pastelaria.
  • Cereais.

Em qualquer caso, a dieta deve ser prescrita e personalizada pelo profissional de saúde, pois é ele que vai adaptá-la às características e necessidades de cada indivíduo.

Diretrizes gerais de dieta na diabetes tipo 2

Uma revisão publicada no International Journal of Health Sciences indica que os pacientes com diabetes tipo 2 devem estar cientes da importância da alimentação para o controle da doença e uma melhor qualidade de vida. Dessa forma, poderão também reduzir o risco de complicações. Portanto, é importante seguir algumas recomendações, como:

  • Comer uma grande variedade de alimentos saudáveis. Isso é essencial para garantir um suprimento ideal de nutrientes. Portanto, o ideal é incluir fontes de todos os grupos de nutrientes em cada refeição.
  • Consumir vegetais frescos. Os vegetais sem amido incluem vegetais verdes escuros e amarelos profundos, como pepino, espinafre, brócolis, alface romana, repolho, acelga e pimentão. Os vegetais ricos em amido incluem milho, feijão, cenoura e inhame.
  • Frutas e vegetais são essenciais na dieta de pacientes com diabetes tipo 2. Nestes casos, é melhor comê-los frescos.
  • Coma frutas frescas e inteiras. Evite enlatados, compotas ou sucos. A ingestão de líquidos açucarados tem sido associada a um risco aumentado de desenvolvimento de patologias metabólicas, de acordo com os estudos mais recentes.
  • Coma grãos integrais. Certifique-se de que metade dos grãos que você ingere todos os dias sejam grãos integrais, que são ricos em fibras. As fibras na dieta evitam que o açúcar no sangue aumente muito rapidamente.
  • Laticínios. Lembre-se de que leite, iogurte e outros laticínios têm açúcar natural, mesmo quando não contêm açúcar adicionado. Portanto, tenha isso em conta ao planejar refeições para permanecer na faixa ideal de açúcar no sangue. Alguns laticínios sem gordura contêm muito açúcar adicionado. Certifique-se de ler o rótulo.

Não se esqueça da fibra

Para melhorar o controle da diabetes, é essencial incluir fibras em abundância na dieta. Essa substância consegue estimular a saciedade e retardar o esvaziamento gástrico, o que tem um impacto positivo na glicemia, segundo um estudo publicado na Diabetology. É importante garantir a sua ingestão regular. Assim, reduzimos o risco de progressão de patologias metabólicas.

A dieta é uma parte fundamental do controle da diabetes tipo 2

Uma dieta adequada é decisiva no controle da diabetes tipo 2. Portanto, parte do tratamento deve se concentrar na alimentação. Embora existam algumas diretrizes gerais que todos podem considerar, é melhor consultar o seu nutricionista para obter um plano alimentar baseado nas suas necessidades individuais.

Link fonte: https://melhorcomsaude.com.br/dieta-na-diabetes-tipo-dois/

Melhor com Saúde
Deixe seu Recado
Fale Conosco pelo WhatsApp