Informativos

18-Mai-2021 10:26

Colapso nervoso: o que é, sintomas e tratamento

O colapso nervoso, também conhecido como esgotamento nervoso, é uma situação caracterizada pelo desequilíbrio entre o corpo e a mente, que faz com que a pessoa se sinta sobrecarregada, resultando em sintomas de cansaço excessivo, dificuldade para se concentrar e alterações intestinais.

O colapso nervoso não é reconhecido como uma doença, no entanto pode ser sinal de transtorno psicológico, como ansiedade, estresse e depressão, sendo importante reconhecê-lo e iniciar o tratamento com o psicólogo ou psiquiatra.

Principais sintomas

Alguns sinais e sintomas que podem ajudar a identificar um colapso nervoso são:

1. Dificuldade para se concentrar
O excesso de estresse faz com que haja um esforço maior para que o cérebro foque na realização de determinada atividade, o que faz com que o cérebro fique cansado mais facilmente e haja dificuldade de concentração.

2. Falta de memória
A falta de memória pode acontecer quando a pessoa sente-se frequentemente esgotada e estressada, isso porque o estresse crônico pode provocar alterações relacionadas com a memória, tornando difícil lembrar até mesmo informações simples.

3. Aumento do apetite
O estresse também está relacionado com alteração nos níveis hormonais. Em situações de estresse crônico, há aumento na concentração do hormônio cortisol no sangue, que chega ao cérebro e atua em regiões responsáveis pela produção de substâncias que aumentam o apetite, principalmente por alimentos ricos em gordura e carboidratos.

4. Alterações intestinais
O colapso nervoso normalmente provoca alterações no funcionamento do intestino, levando ao surgimento de dor abdominal, diarreia, prisão de ventre ou excesso de gases, por exemplo.

5. Sensação frequente de que algo ruim vai acontecer
Quando a pessoa está frequentemente estressada, há tendência de supervalorizar os acontecimentos e complicar ações, além de ter a sensação frequente de algo ruim vai acontecer.

6. Falta de preocupação com a imagem
Devido ao estresse frequente, excesso de preocupação e supervalorização dos acontecimentos, pessoas que se encontram com um colapso nervoso normalmente não possuem energia suficiente para se preocupar com a própria imagem, podendo ter aspecto cansado frequentemente.

Além destes sinais também podem surgir sintomas físicos como batimento cardíaco irregular, dores musculares, tonturas, tosse persistente e dores de cabeça constantes.

Quando ir ao médico

Alguns destes sintomas podem surgir após uma situação de estresse excessivo e desaparecer em poucas horas e, nesses casos, não é necessário ir ao médico, sendo apenas recomendado relaxar. No entanto, quando surgem vários sintomas ou quando os sintomas duram mais de 2 dias pode ser recomendado consultar um psicólogo para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Além disso, é recomendado ir ao médico quando os sintomas de colapso nervoso interferem na qualidade de vida da pessoa e trazem consequências para a saúde.

Como é feito o tratamento

O tratamento para colapso nervoso deve ser feito pelo psicólogo ou psiquiatra e evolve sessões de terapia para que seja identificada a causa do colapso. A partir do momento que a causa é identificada, são indicadas estratégias para relaxar e aliviar os sintomas de estresse. Em alguns casos, o psiquiatra pode indicar o uso de alguns remédios para que a pessoa consiga relaxar mais facilmente. Confira algumas estratégias para acalmar a mente.

Durante o tratamento para colapso nervoso deve-se também dar preferência para alimentos ricos em triptofano, como castanha do Pará e abacate, porque eles liberam serotonina na corrente sanguínea, melhorando o bem-estar.

Link fonte: https://www.tuasaude.com/aprenda-a-reconhecer-os-sintomas-do-esgotamento-nervoso/

Tua Saúde
Deixe seu Recado
Fale Conosco pelo WhatsApp